Efeitos das mudaças no uso da terra no funcionamento de solos e microbacias das savanas do Brasil Central: impactos sobre os ciclos de nutrientes e de carbono e sobre a troca de gases traço.
Coordenadora - Mercedes Maria da Cunha Bustamante
Universidade de Brasília

 

O objetivo do projeto é avaliar o efeito do uso da terra sobre: 1) os estoques e as taxas de ciclagem de carbono e nutrientes, 2) a função e estrutura das comunidades microbianas do solo e sedimentos, 3) fluxos de carbono e óxidos nitrogenados (CO2, CO, N2O e NO) entre o solo e a atmosfera, e 4) a composição e quantidade de nutrientes e matéria orgânica que entra nos pequenos cursos d’água através das matas de galeria. As áreas de estudo nativas, originalmente compostas de cerrado stricto sensu e campo sujo, serão expandidas com a inclusão de áreas de mata de galeria. Áreas de Cerrado convertido incluirão áreas agrícolas e de pastagens recém formadas. Serão quantificadas as taxas de ciclagem de nutrientes e carbono e caracterizadas a matéria orgânica do solo (SOM) e a qualidade da serapilheira tanto nas áreas nativas como nas convertidas. Pretende-se estudar a influência da fertilização e práticas de manejo (plantio direto e convencional, adubação verde) sobre o balanço de carbono nas pastagens e culturas agrícolas. Esses experimentos incluirão medições de diferentes frações de SOM, qualidade da serapilheira, ciclagem de N e frações de P. O efeito da radiação UV sobre a degradação microbiana da serapilheira também será avaliado. O tamanho e a diversidade da comunidade microbiana do solo serão determinados através de dois diferentes métodos: Análises de fosfolipídios (Ester-linked fatty acids, PLFA), que foram usadas com sucesso em áreas de Cerrado durante a primeira fase deste projeto; e eletroforese de gel de gradiente desnaturante (DGGE), para determinar diretamente a diversidade genética das complexas populações microbianas e para ganhar informações sobre os microrganismos específicos que afetam o funcionamento do solo. Os fluxos na interface solo-atmosfera de gases traço de carbono e nitrogênio (CO2, CO, N2O, NO) serão medidos em solos sob diferentes formas de uso da terra. Informações necessárias para a parametrização e funcionamento dos modelos regionais de gases traço serão adquiridas através de mensuração de relevantes dados secundários juntamente com as determinações dos fluxos dos gases, incluindo mudanças na temperatura do solo, umidade e radiação solar incidente. Para se avaliar o impacto de alterações do uso da terra sobre matas de galeria e sistemas aquáticos, cursos d’água que drenam microbacias dominadas por vegetação natural, agricultura e áreas urbanas serão selecionados. Análises químicas de água coletada por coletores de escoamento superficial, lisímetros de solo e coletores de água do lençol freático localizados dentro da mata de galeria, e de água dos cursos d’água, serão usadas para se avaliar a ciclagem de nutrientes dentro da zona tampão da mata e nos cursos d’água. O objetivo principal será o desenvolvimento de modelos preditivos que relacionam aspectos da paisagem, determinados através de análises de dados da cobertura espacial dos solos, com vários parâmetros físicos e químicos.