Herbário

O Herbário da Reserva Ecológica do IBGE foi criado em 1977 com a doação de mil duplicatas da coleção do seu fundador, Engº Agrônomo Ezechias Paulo Heringer, então Chefe do extinto Departamento Regional de Pesquisas Ecológicas (DERPE) do IBGE-DF. Os pesquisadores do referido Departamento iniciaram um intenso programa de coleta na área da RECOR e, posteriormente, na região da Bacia do São Bartolomeu – DF. Essas coletas estenderam-se de 1979 a 1981, resultando no montante de cerca de 8 mil exsicatas. Hoje o herbário conta com um acervo de 76 mil exsicatas, 500 amostras de frutos e sementes, 375 amostras dendrológicas e 2193 coleções micológicas.

Deste acervo, cerca de 80% das exsicatas são resultado de coletas realizadas por pesquisadores do IBGE e da Universidade de Brasília, envolvidos no Projeto "Biogeografia do Bioma Cerrado", principalmente, na Chapada dos Veadeiros -GO e Chapadas Pratinha e São Francisco.

O herbário possui uma área de 250 m2. A Temperatura desta área é mantida entre 18 e 22º C e a umidade relativa do ar é mantida entre 50 e 55%. A desinfecção do material é feita através da passagem de todo o material do acervo pelo “freezer” e cada doze meses a –28ºC durante pelo menos 72 horas.

Devido à dinâmica de coleta e de identificação científica do material coletado, o acervo do IBGE é considerado um dos melhores do Brasil dentro da área de sua atuação – o Cerrado. Possui uma das melhores coleções de gramíneas dos cerrados brasileiros. Todo o material botânico coletado, via de regra, tem uma duplicata encaminhada ao especialista daquele grupo de plantas. O herbário mantém, rotineiramente, contato com cerca de 1.300 taxonomistas no Brasil, América do Sul e do Norte e Europa.

O herbário foi oficialmente registrado na International Association for Plant Taxonomy (IAPT), sendo o registro publicado na Revista Taxon, vol.29(4), pág.522 de 1980, sob a sigla IBGE.

Peixes

A coleção de Peixes da Reserva foi implementada em 1984, objetivando tornar-se uma "Coleção de Referência" dos peixes das cabeceiras das três grandes bacias hidrográficas do Bioma Cerrado (Araguaia-Tocantins; São Francisco e Paranaíba).

Até 1994, a coleção havia incorporado 1.700 lotes referentes à cerca de 100 espécies nativas dos ecossistemas aquáticos do Distrito Federal. Nesta primeira fase, as maiores contribuições foram provenientes de:

(a) Pesquisa Ecológica de Longa Duração estabelecida na unidade hidrográfica do ribeirão Gama, manancial sul do lago Paranoá de Brasília, com vistas a estudar as flutuações espaço-temporais na estrutura e função de suas comunidades de peixes em áreas preservadas e em áreas sob diferentes alterações antrópicas;

(b) estudos ecológicos localizados em tributários dos reservatórios do Paranoá e Descoberto e dos rios São Bartolomeu, Melchior e Ponte Alta, além de

(c) coletas esporádicas em alguns afluentes dos rios Maranhão e Preto.

Entre 1996 e 1998, a coleção dobrou de tamanho, incorporando material proveniente de mais de 400 pontos de coletas distribuídos por todas as unidades hidrográficas pertencentes às três grandes bacias do Bioma Cerrado, que nascem no Distrito Federal e drenam para a sua Região do Entorno. Até o final de 1999, a coleção será composta de aproximadamente 4.000 lotes referentes às 250 espécies de peixes nativas da região.

Desde 1995, as informações relativas aos primeiros 1.700 lotes da coleção encontram-se informatizadas, permitindo gerar os seguintes relatórios temáticos: (a) grupos taxonômicos (espécies, gêneros, famílias, ordens); (b) localidades (pontos de coleta, unidades hidrográficas, sub-bacias, bacias); (c) tipos de ecossistemas aquáticos (córrego, ribeirão, rio de planalto, brejo/vereda, lagoa natural, reservatório); é possível obter ainda informações sobre habitats, microhabitats e aparelhos de captura utilizados. As informações relativas aos demais lotes devem ser informatizadas até o final de 1999.

Aves

A Reserva Ecológica do IBGE possui uma coleção de 765 aves taxidermizadas. Todas pertencem ao bioma cerrado e servem de base de estudo para os principais sistemas classificatórios do gênero.

Brevemente estaremos fornecendo maiores informações sobre a Coleção Científica de Aves. AGUARDE!

 

Insetos

Brevemente estaremos disponibilizando maiores informações sobre a Coleção Científica de Insetos da Reserva Ecológica do IBGE.

 

Mamíferos

Brevemente serão disponibilizadas informações sobre a Coleção Científica de Mamíferos pertencente a Reserva Ecológica do IBGE.

 

Invertebrados Aquáticos

Brevemente serão disponibilizadas informações sobre a Coleção Científica de Invertebrados Aquáticos pertencente a Reserva Ecológica do IBGE. AGUARDE!

 

PARA MAIORES INFORMAÇÕES CONTATAR:

Marina de Lourdes Fonseca Resende (Curadora): E-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Mauro César Lambert de Brito Ribeiro: E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Reserva Ecológica do IBGE
Herbário IBGE
Caixa Postal 8588 – CEP: 70312-970 – Brasília-DF